PÁGINAS

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Fragmento de uma Prosa Íntima (Ao poeta Marco Lucchesi)




...
em noites como esta
sem diálogo


eu me encerrava
em minhas próprias matas


                       nas brenhas


das
minhas próprias Índias
e Bornéus


e dava-me à ilusão
de ser uma ave empoleirada
numa fronde
em terra de silêncios


                        decretados


e conforme a
lua se movia
minha plumagem refletia
mil cores


Em noites de desterro
também compreendo
a solidão
dos tuaregues


Daí meus desertos
que
no
entanto
sempre imploram
por verdura


 Fragmento de uma Prosa Íntima (Ao poeta Marco Lucchesi), de Assis de Mello, é um dos poemas  do livro


Assis de Mello
NA BORDA DA ILHA
poemas


Mais do poeta Assis de Mello em  COISAS DO CHICO

10 comentários:

Tania Anjos disse...

Todos os poemas do livro NA BORDA DA ILHA , do poeta Assis de Mello, são belíssimos. Li todos e foi difícil (es)colher um para postá-lo aqui.

Obrigada, poeta!!

Taninha

Adrianna Coelho disse...


este é BELÍSSIMO mesmo!

vou ser redundante se insistir num comentário mais longo...

vou ler de novo!

Maria Elsa Guimarães disse...

Oi Tania, compreendo com deve ter sido dificil escolher apenas um poema do poeta Assis de Melo. Pela amostra, devem ser todos de grande qualidade.....
Escolheu bem, porque é muito belo, e para mim foi muito bom entrar no mundo da um poeta que até agora eu desconhecia.

Tania Anjos disse...

Que coisa boa, Maria Elsa!! Não deixe de visitar o blog do poeta. Clique no link.

Um beijo e obrigada por comparecer e comentar. Realmente é maravilhoso descobrir novos universos poéticos.

*****

Adrianna, é verdade! Beijos!!

Samara Bassi disse...

Uma lindeza sem tamanho, Tânia!

Gostoso retornar aqui. Lugar tão bonito e repleto de magia, de poesia, de autores talentosíssimos.

Dificil escolha, mesmo! rs

Voltarei sempre que puder. E grata sempre pelo convite em apreciar este espaço.
Um beijo, querida!
Sam.

Tania Anjos disse...

Oi, Sam!

Obrigada pela presença e leitura do post.

Poema lindo mesmo... O livro é todo lindo, rs! O poeta é "fera"!

Outro beijo e volte sempre!!

Thê disse...

Realmente belíssimo poema de Assis de Mello. Voltarei mais vezes para ver suas postagens. Bjks da sempre amiga M.Thereza/Thê.

Tania Anjos disse...

Obrigada pela visita, Thê.

Grande abraço e esteja presente.

Assis de Mello disse...

Obrigado, Taninha, por postar um poema meu!!!! Obrigado a todas pelos comentários generosos!!!! ;-)Chico

Tania Anjos disse...

Poeta querido,
foi um prazer postar um poema seu aqui no "Poetas Vivos".

Obrigada pela visita ao nosso espaço e muito sucesso com o seu livro!


Abraço carinhoso,
Taninha