PÁGINAS

sexta-feira, 15 de abril de 2011

O Poeta

"O Poeta" de Paulo Themudo
Tem o dom de cativar com palavras
A alma nobre e o coração apaixonado
Traduz nos versos de sua poesia
Sentimentos de um ser lindo e acanhado




O mago das palavras, o fingidor
Vive de inventar e inventa de viver
Finge que inventa as palavras
Inventa que fingiu o seu sofrer




Um nobre plebeu desvairado
Um louco sem censura
Com o coração embriagado
Trata damas e putas com candura




O poeta é assim como se vê
Uma simples e terna contradição
Dono das palavras e dos versos
Inquilino dos sonhos e da razão
Autoria: Jão

Mais do poeta Jão

8 comentários:

✿ chica disse...

Lindo poema de Jão ,um poeta que adoro passar lá e ler! abraços à ele e um beijo,chica, desejando ótimo fds!

Jão disse...

Este é um dos que mais gosto.


Obrigado meu bem, por ser assim tão especial


Beijos!

Raíz disse...

Fantástico!

Parabéns, poeta!

Mirze

Tania disse...

Tão verdadeiro:

"O poeta é assim como se vê
Uma simples e terna contradição
Dono das palavras e dos versos
Inquilino dos sonhos e da razão"

Bonito poema.

GRande abraço,
Taninha

Sam disse...

O Jão é um mestre na arte de tecer as palavras de forma a nos tocar, a nos instigar e aguçar nossos sentidos.

Acredito ter sido muito feliz em minha escolha, pois esse menino moço, é dono e um talento ímpar.

Jão querido, à ti, minha admiração, cada dia mais consolidada.

Beijo meu.
Samara Bassi.

Tania disse...

Sem dúvida, Samara. Excelente escolha!

Estamos com um blog repleto de talentos.

Coisa boa celebrar a poesia...
Abraço grande!

"Voando com Borboletas" disse...

Lindo texto Jão! Adorei!!
Vim conhecer o blog e me encantei.
Vem me visitar também, será um prazer!
Bjs
Borboleta
www.voandocomborbolletas.blogspot.com

JB disse...

Talento, partilha e ...o regresso garantido!

Encantada!

Delicioso poema!

Feliz Páscoa!

Beijinho